Tags

, , , ,

O inverno chega e as vendas de aquecedores disparam. Não é pra menos, a cada inverno que passa maior o frio que faz, e em cidades com Curitiba e outras do sul do País o frio chega com tudo e não há quem aguente sem um bom aquecedor.

Mas entre tantos modelos existentes no mercado, qual escolher? Aqui vão algumas dicas e as principais diferenças entre eles para você acertar na escolha!

Os aquecedores tem a mesma função: aquecem o ar em volta do aparelho fazendo-o dissipar e aquecendo o ambiente. O que diferente cada aparelho é a forma como o ar é aquecido. Vamos conhecer agora alguns dos modelos mais comuns no mercado.

Aquecedor elétrico 

São os mais comuns e com a menor faixa de preço do mercado, funcionam com uma resistência elétrica aparente que entra em contato com o ar. O aquecimento com esse tipo de aparelho é rápido porém possuem menor eficiência em grandes ambientes. Existem modelos com ou sem termo ventiladores, que são hélices que ajudam a renovar o ar próximo do aparelho aumentando o seu alcance. É possível encontrar diversas potencias diferentes, e são indicados para ambientes pequenos e médios.  São aparelhos leves e portáteis, fáceis de transportar, porém é o modelo com maior consumo de energia e possuem um ruído semelhante ao dos ventiladores.

Aquecedores a óleo

Nesses aquecedores o óleo é aquecido e troca o calor com o ar que está em volta do aparelho. Demoram mais que os aquecedores elétricos pois o óleo precisa esquentar primeiro, porém são mais silenciosos e tem uma economia de 15% de energia em relação aos elétricos. São indicados para espaços pequenos e médios como banheiros e quartos, são modelos de chão e também podem ser facilmente transportados. No mercado existem modelos com termostato, que identificam a temperatura ambiente e a mantém estável.

Ar condicionado com ciclo reverso 

São os modelos que tanto resfriam o ambiente como também esquentam, e tem a praticidade de juntar essas duas funções em um único aparelho. São os mais indicados para ambientes maiores porém perdem em mobilidade, pois é um aparelho fixo na parede.

Aquecedores á água 

Mais conhecidos como sistema de calefação, que utilizará gás, óleo ou lenha para fazer o sistema funcionar. Mais comuns em países na Europa pelo inverno rigoroso e duradouro. São eficientes para ambientes grandes, porém caso sua casa ou apartamento não tenha sido projetada com esses sistema será necessário fazer uma reforma e sair quebrando paredes, além de ser um dos sistemas mais caros.

Aquecedores cerâmicos 

Esse modelo é rápido e eficiente, pois as placas de cerâmica conseguem manter o calor por mais tempo ao invés de simplesmente dissipá-lo no ar como os modelos elétricos. Possuem um ruído semelhante ao do ar condicionado e são mais econômicos que os modelos elétricos. São modelos que podem ser fixados na parede e no teto e possuem controle de temperatura e timer.

Dicas na hora de escolher o aquecedor ideal! 

– Escolha o modelo de acordo com o espaço onde ele será utilizado, aparelhos indicados para espaços pequenos mesmo com grande potencia não atenderam espaços mais amplos.

– Tenha em mente que os aparelhos elétricos são mais em conta na hora da compra, porém são os com maior consumo de energia depois.

– Verifique o nível dos ruídos que cada aparelho produz para não ter problemas posteriores.

– Aquecedores tem a fama de retirar a umidade do ar, o que pode causar  ou piorar problemas respiratórios. Para esses casos, mantenha sempre uma vasilha com água no ambiente.

– Não é necessário deixar o aquecedor ligado o tempo todo. Duas horas são suficientes para deixar o ambientes aquecido, após isso é aconselhado a desligar o aparelho. Prefira os modelos com termostato, que mantém a temperatura estável.

– Cuidado com o choque térmico ao sair de um local com aquecedor para outro sem nenhum aquecimento.

Gostou!? Então curta a página do CUP DESIGN no Facebook e receba nossas atualizações em primeira mão.

Tem alguma dúvida ou sugestão!? Então entre em contato pelo e-mail contato.cupdesign@gmail.com ou comente aqui!

Anúncios