Tags

, , , , , ,

Arrumar a área de serviço nem sempre é uma tarefa fácil, além de não ser um ambiente que costumamos decorar, é também onde geralmente deixamos os objetos que não usamos com frequência e acaba virando o “quartinho da bagunça”. Porém é uma área que necessita de um pouco de atenção, afinal é um dos lugares mais utilizados da casa e precisa ser extremamente funcional.

Confira aqui algumas dicas para projetar sua área de serviço de uma forma que atenda suas necessidades.

O primeiro passo é identificar o tipo da sua área de serviço. Ela pode ser integrada com a cozinha, pode ter acesso a cozinha,  ou pode ser independente da cozinha.

Geralmente em apartamentos a área de serviço é integrada com a cozinha, e nesse caso é aconselhado criar uma divisória de vidro, evitando que as roupas fiquem com odores. Se o ambiente tiver somente uma janela, essa divisória de vidro não deve ser fechada até o teto, para que haja circulação de ar.

Mas você pode optar por não criar essa divisória de vidro e integrar totalmente os ambientes, mantendo uma continuidade da cozinha e ampliando os espaços.

Piso

O piso deve ser preferencialmente resistente a água, e você pode optar por modelos antiderrapantes evitando riscos de acidentes. Os mais indicados são os pisos cerâmicos e porcelanatos, tanto para o piso como para a parede. E se você acha que só porque é cerâmica não pode ser bonito, dê uma olhada no post Tendências para os revestimentos 2012.

Pontos elétricos e Hidráulicos

Antes de terminar o revestimento de sua área de serviço, tenha certeza que você terá pontos elétricos e hidráulicos suficientes e bem localizados para o seu projeto evitando ter que quebrar as cerâmicas para realocar os pontos.

Cada eletrodoméstico (Máquina de lavar roupa, secadora, ferro elétrico e um extra) deverá ter seu próprio ponto elétrico, evitando sobrecarregar um ponto só e diminuindo as chances de curto elétrico.  Fique atento as alturas desses pontos de acordo com o equipamento e o local que ele será utilizado. Geralmente os pontos elétricos podem ser baixos (30 cm de altura), médios (1.10 cm de altura) ou altos (2.20 cm de altura)

Os pontos hidráulicos também precisam estar bem localizados, você precisará de um ponto de água para a máquina de lavar e outro para o tanque, e o mesmo acontece com o ponto de esgoto, evitando que o ponto de esgoto não de conta do recado e a água volte. Se possível também é interessante ter um ralo nesse ambiente, facilitando a limpeza e prevenindo pequenos acidentes com água.

Iluminação 

Tente ao máximo aproveitar a iluminação natural, que além de ser mais econômica e energia limpa, ainda trás uma sensação de conforto para o local. Segunda a regulamentação das edificações do Município de Curitiba as janelas das áreas de serviço devem no mínimo corresponder há 1/6 da área da lavandeira.

Como só a iluminação natural não vai dar conta do recado, utilize lâmpadas fluorecentes que são econômicas e  geram iluminação adequada pra a realização das tarefas. E use lâmpadas incandescentes/ halógenas para criar destaques e melhor reprodução das cores pra tarefas realizadas sobre as bancadas.

Ventilação

Já comentamos sobre o tamanho mínimo das janelas para esse ambiente, mas lembre-se que quanto mais seca sua área de serviço ficarr menores serão os riscos de ferrugem nos equipamentos e mais rápido você conseguirá secar suas roupas, evitando odores.

Mobiliário

É aconselhado a instalação dos móveis suspensa do chão, assim evitando o contato com a umidade do chão e aumentando a vida útil do seu mobiliário.

Existem também a possibilidade de fazer um sóculo (base de alvenaria que serve de apoio para o mobiliário). Esse sóculo devera ser revestido com o mesmo material do piso, ou da bancada, evitando que também sofra com a umidade do local. A altura do sóculo ou do móvel suspenso deverá ser de no mínimo 12 cm chegando geralmente até 20cm, facilitando a utilização de vassouras ou rodos. Porém em casos especiais é possível alterar essa altura conforme a sua necessidade.

Funcionalidade da área de serviço

Depois de cuidar de todos esses detalhes estruturais, está na hora de organizar os móveis e os equipamentos de uma maneira a garantir uma boa funcionalidade, circulação e organização do ambiente. Vamos ver aqui umas dicas simples que fazem toda a diferença.

A primeira coisa é definir quais atividades serão realizadas nesse espaço. Se sua área de serviço for de uma tamanho médio ou grande, tenta centralizar todas as atividades nesse local, facilitando o seu trabalho. Caso seja um ambiente pequeno,  deixe seus objetos posicionados de forma a lhe dar mais rapidez e agilidade em executar as tarefas.

Mantenha o tanque e as máquinas de lavar e secar preferencialmente uma do lado da outra, facilitando o trabalho de retirar as roupas do tanque para máquina de lavar, e depois para máquina de secar. Se seu ambiente for pequeno, ou você quiser mais comodidade, existem máquinas  lava e seca que estão com os preços cada vez mais acessíveis.

Outro detalhe é verificar qual o tipo de abertura de sua máquina, se é frontal ou superior, no caso de abertura frontal você pode colocar uma bancada em cima, aproveitando melhor o espaço. E ainda pode usar a parte superior da parede pra colocar nichos ou armários e guardar os produtos de limpeza utilizados, como sabão em pó, amaciante e etc.

É interessante também ter um móvel alto para guardar vassouras, rodos, materiais de limpeza, panos e outros objetos como escadas, aspirador de pó, tábua de passar roupa entre outros. Esse móvel também deve ficar suspenso como os outros. As vassouras e rodos podem pendurados em ganchos que podem ficar dentro do móvel, ou fora dele.

Outro acessório útil são as tulhas ou cestos de roupas, recomendamos  que você tenha dois, um para roupas limpas e outros para roupas sujas, que podem sem embutidos nos armários ou usar modelos de piso.

Tenha uma bancada de apoio com material liso e resistente como o granito, para poder realizar algumas tarefas como dobrar e até passar suas roupas. Porém caso use a bancada para passar roupa deixe um vão no granito onde as peças maiores podem deslizar e facilitar que sejam passadas. Se o espaço permitir tenha um cabideiro, que pode ser feito com prateleiras e barras metálicas, para pendurar as roupas em cabides depois de passadas, evitando que elas amassem antes de serem guardadas. Existem tipos de tabuas de roupas dobráveis que ficam embutidas nos móveis e podem ser usadas em ambientes pequenos.

O mesmo ocorre com os varais, se você optar por um modelo retrátil você terá mais espaço quando ele não estiver em uso. Existem diversos modelos no mercado por preços bem variados, eles podem ser de parede, retrátil, giratório, interno, externo entre outros.

Por último, se você usa sua área de serviço como depósito, tenha bastante armários ou prateleiras com diversas alturas diferentes para poder acomodar todos os objetos que você possui. Existem caixas organizadoras que facilitam o armazenamento dos objetos e ainda deixam o ambiente mais organizado e bonito.

Agora que você já sabe todas as dicas para transformar sua área de serviço num espaço funcional e bonito, veja aqui o post Inspiração do dia: Área de serviço! e tenha ótimas idéias.

Gostou!? Então curta a página do CUP DESIGN no Facebook e receba nossas atualizações em primeira mão.

Tem alguma dúvida ou sugestão!? Então entre em contato pelo e-mail contato.cupdesign@gmail.com

About these ads